Meio Ambiente: O fator de Segurança Internacional

MeioAmbiente

Por Arantxa Santos

O conceito de segurança internacional sempre foi baseado na dimensão militar e de defesa dos países em face às ameaças externas. No entanto, ao longo da história novas ameaças à segurança surgiram e foram incluídas nos planos de defesa dos países, ameaças estas, que em sua maioria atingiram o nível global de preocupação.

Com isso, uma alteração no estudo das Relações Internacionais foi necessária para que essas novas ideias fossem acrescentadas ao conceito, como questões políticas, econômicas, sociais, culturais, ecológicas e ambientais, identificados como os novos desafios globais.

Dessa forma, o conceito de segurança foi então colocado em prova, provocando a inauguração de novas temáticas de discussão internacional, para além dos temas militares, como o setor econômico e político, áreas ligadas à segurança humana como saúde e alimentação, o terrorismo identificado como um problema internacional após o atentado aos Estados Unidos da América em 11 de setembro de 2001, e a preocupação com o meio ambiente.

Este último foi influenciado pela ocorrência de catástrofes ambientais, pela frequência com que o aquecimento global era debatido em âmbito internacional e pelo reconhecimento de que o uso indiscriminado dos recursos naturais poderia prejudicar as gerações futuras, a preservação ambiental se tornou então um tópico de segurança internacional.

Como resultado, surge a chamada segurança ambiental, que leva os países a pararem de pensar localmente sobre o uso dos recursos naturais presentes em seu território e passam a refletir globalmente sobre os problemas ambientais que afetam a humanidade como um todo.

O conceito de segurança ambiental também incentivou novas análises, influenciou na atuação dos atores internacionais e a criação de novos termos exclusivos para a questão ambiental. Assim como impulsionou a atuação da Organização das Nações Unidas (ONU) voltada para o meio ambiente.

Desse modo, a segurança ambiental passa a ser um tópico de grande importância pelo fato de envolver ações de cooperação em prol de um objetivo em longo prazo que não envolve apenas uma parcela de população, mas a humanidade como um todo, tornando-se essencial a análise comportamental dos atores internacionais no que se refere ao meio ambiente.

Atualmente a preservação ambiental é um tópico de preocupação internacional, mas nem sempre foi assim. Nos primórdios da humanidade, o homem utilizava os recursos naturais para sua sobrevivência, locomovendo-se quando o recurso se tornava escasso, o ciclo permaneceu até o momento em que o homem aprendeu a plantar e cultivar o alimento de que necessitava, iniciando assim, uma nova definição para a relação homem-natureza.

Essa realidade continuou e a exploração da natureza foi se tornando cada vez mais grave, com os recursos naturais se transformando em objetos de lucro. Com o passar do tempo os indivíduos perceberam que o uso indiscriminado dos recursos naturais poderia prejudicá-los no futuro.

À medida que os efeitos do homem sobre o meio ambiente se agravaram, o aquecimento global foi identificado, e as catástrofes ambientais foram se tornando cada vez mais frequentes, os Estados passaram a reconhecer a degradação ambiental como um problema de responsabilidade de todos, podendo afetar a humanidade a curto e principalmente em longo prazo.

O sistema internacional sempre esteve composto por ameaças à segurança aos Estados, sendo por muito tempo exclusivamente voltado às questões militares, pois se acreditava que em uma sociedade com atores de diferentes interesses e objetivos, o conflito era inevitável.

A necessidade da proteção ambiental, passou a ser identificada com ameaça no momento em que ultrapassou as fronteiras dos países e se caracterizou como um possível motivo de conflito internacional.

A questão ambiental, por sua vez, surge como uma ameaça para o mundo pela escassez cada vez mais significativa dos recursos naturais e pela reconhecida importância da preservação da biodiversidade, de modo a evitar conflitos por esses recursos naturais e garantir o bem estar da humanidade nas gerações futuras.


servletrecuperafotoGraduada em Relações Internacionais pela Universidade da Amazônia – UNAMA e pós-graduanda em Gestão Ambiental pela Faculdade Ideal – FACI. Possui experiência na área de Administração, com ênfase em Comércio Exterior e Turismo, e na área de Relações Internacionais, atuando principalmente em temas ligados à segurança ambiental e segurança humana, em especial da região amazônica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s