SELEÇÃO DE NOTÍCIAS #13.1 (EUROPA, ORIENTE MÉDIO, ÁFRICA E ÁSIA): SEMANA 28/05 A 04/06

Por Rafaela Marinho*

ORIENTE MÉDIO

2015-821149388-20150531090901662ap.jpg_20150531

Estado Islâmico explode uma prisão na localidade de Palmira, na Síria. O grupo extremista já ocupa metade do país e um território que equivale ao tamanho da Itália – AP

ESTADO ISLÂMICO / IRAQUE / SÍRIA

Na terça (02), em Paris, durante reunião dos altos funcionários iraquianos com aliados internacionais, incluindo os Estados Unidos e a França, o primeiro-ministro do Iraque, Haider al-Abadi, disse que as forças militares do país e seus aliados precisam de mais inteligência e ação para conter os avanços do grupo extremista Estado Islâmico (EI).

Segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), com as conquistas do nos últimos dias no Iraque e na Síria, o EI passou a controlar um território equivalente ao tamanho da Itália. Somente na Síria, o EI já tem o controle de metade do território, depois de tomar a província de Homs, no Centro, e Aleppo, no Norte.

Na quarta (03), o subsecretário de Estado norte-americano Antony Blinken disse que mais de 10 mil militantes do EI foram mortos desde que a aliança internacional liderada pelos Estados Unidos iniciou uma campanha contra o grupo radical, há nove meses, no Iraque e na Síria.

Leia mais: Estado Islâmico ocupa território equivalente ao tamanho da Itália

EUA dizem que 10 mil militantes do EI foram mortos em 9 meses

EUROPA

CRISE MIGRATÓRIA

Na segunda (01), França e a Alemanha apresentaram ressalvas ao plano da União Europeia para distribuir entre os países do bloco cerca de 40 mil migrantes que chegam ao continente atravessando o Mediterrâneo. O plano emergencial apresentado na semana passada pela Comissão Europeia prevê que, juntos, França e Alemanha recebam cerca de 40% daquele total, o que corresponde a 16 mil migrantes. As duas principais economias do bloco dizem estar preparadas para estudar a proposta, desde que haja uma distribuição justa e que sejam levados em conta os esforços já adotados para abrigar os requerentes de asilo. “O plano deve ser fundado em dois princípios igualmente importantes: responsabilidade e solidariedade. Nós acreditamos que o equilíbrio entre esses dois princípios ainda não foi alcançado na proposta apresentada pela Comissão”, disseram em comunicado conjunto os ministros do Interior da França e da Alemanha, Bernard Cazeneuve e Thomas de Maiziere.

ITÁLIA

No domingo (31), os italianos votaram em suas eleições locais. Os candidatos de centro-esquerda, apoiados pelo Partido Democrático (PD) do primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, conquistaram cinco das sete regiões em disputa, mantendo a situação geral anterior à votação. De todo modo, o apoio ao PD caiu, em relação às eleições europeias do ano passado, e o apoio aos partidos Liga do Norte, de centro-direita, e Movimento 5 Estrelas, partido anti-establishment aumentou. Esse resultado levou Renzi a prometer reformas para o partido.

Leia mais: Primeiro-ministro promete reformas na Itália após revés eleitoral

MENSALÃO: Também na Itália, o Tribunal Administrativo Regional do Lazio negou o recurso da defesa do Henrique Pizzolato, que tentava impedir a extradição do ex-diretor de marketing do Banco do Brasil. Com a decisão, publicada na quinta (04) pela justiça italiana, o petista condenado a 12 anos e 7 meses de prisão no processo do mensalão pode ser extraditado para o Brasil, onde cumprirá pena no Presídio da Papuda.

Leia mais: Justiça da Itália nega recurso e Pizzolato deve ser extraditado ao Brasil

UCRÂNIA

Na terça (02), o fabricante russo de sistemas de defesa antiaérea “Almaz-Antei” reconheceu que o voo MH17 da Malaysia Airlines, derrubado no leste da Ucrânia com 298 passageiros a bordo, foi atingido provavelmente por um míssil disparado desde a plataforma de lançamento Buk-M1, fabricada até 1999 pelo consórcio russo.

Na quinta (04), o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, afirmou que suas tropas devem estar preparadas para um combate contra uma possível invasão da Rússia. O país vive uma nova onda de violência no Leste, e anunciou a mobilização de nove mil soldados. Moscou nega insistentemente o envio de forças russas à Ucrânia. A União Europeia advertiu que uma intensificação dos combates poderia criar um novo espiral de violência e ameaçou endurecer as sanções contra a Rússia.

Leia mais: Consórcio russo diz que voo MH17 foi derrubado por míssil na Ucrânia

Poroshenko alerta para invasão russa e mobiliza nove mil soldados

ÁFRICA

NIGÉRIA

Na terça (02), a milícia Boko Haram realizou ataques à cidade de Maiduguri, no nordeste da Nigéria, com explosões em vários locais e um atentado suicida a um movimentado mercado, que teria matado pelo menos 20 pessoas. Um homem-bomba detonou explosivos no mercado, causando a morte de comerciantes e turistas. Segundo a agência Reuters, uma testemunha e um funcionário do hospital disseram que o número de mortos pode chegar a 50. Mais de 30 pessoas já tinham morrido em ataques do Boko Haram no fim de semana.

ÁSIA

CHINA-COREIA DO SUL

Na segunda (01), os governos da China e da Coreia do Sul assinaram um acordo de livre comércio, de acordo com a agência de notícias Xinhua. Segundo a estatal de mídia, o acordo prevê que a Coreia do Sul elimine tarifas em 92% de todos os produtos chineses num prazo de 20 anos, enquanto a China irá fazer o mesmo em 91% para suas mercadorias. O documento, assinado pelos ministros de Comércio, Gao Hucheng e Yoon Sang-jick, conclui negociações iniciadas em 2012. Ele ainda precisa ser ratificado pelos parlamentos dos dois países, o que deve acontecer até o final do ano. Ainda segundo a Xinhua, este é o maior acordo bilateral negociado pela China, e cobre 17 áreas, desde o comércio de bens e serviços a regras sobre investimento e ecommerce.


Rafaela_Marinho_01*Rafaela Marinho – Jornalista formada pela Escola de Comunicação (ECO) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Possui experiência em veículos da mídia, como a revista “EXAME”, da Editora Abril, e o jornal “O Globo”, bem como interesse na cobertura de assuntos econômicos, das relações internacionais e da diplomacia brasileira.


Screen Shot 2015-03-16 at 10.01.04 AM
Esta seleção de notícias é realizada pela ferramenta de fichamentos do Clipping CACD e pelo Clipping de Notícias diário da plataforma. Esta seleção não pretende abranger ou esgotar a totalidade de assuntos e de fontes relevantes na atualidade para os estudos ao CACD. É importante manter uma leitura própria dos assuntos pertinentes.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s