Seleção de Notícias #17 (Américas): Semana de 22/06 a 29/06

Por Rafaela Marinho*

Seleção de Notícias

AMÉRICAS

BRASIL: RELAÇÕES BILATERAIS

BRASIL-ESTADOS UNIDOS

No sábado (27), a presidente Dilma Rousseff viajou aos Estados Unidos para uma visita oficial. Uma vez que os principais eventos de Dilma no país acontecerão durante esta segunda, a seleção de notícias especificamente sobre essa viagem ficará para a próxima quarta (01/07).

BRASIL-ARGENTINA

Na quinta (25), Brasil e Argentina assinaram a prorrogação do acordo automotivo, que estabelece as regras para que veículos sejam vendidos nos dois países sem pagar tarifas de importação. O atual entendimento foi renovado por mais um ano e começa a valer no próximo dia 1º de julho. Os países decidiram estender as condições em vigor para voltar a negociar após as eleições presidenciais na Argentina, que ocorrem em outubro deste ano.

BRASIL-BOLÍVIA

Trabalhador boliviano checa dutos que trazem gás natural ao Brasil - Diego Giudice / Bloomberg Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/petroleo-e-energia/bolivia-quer-iniciar-negociacoes-com-brasil-sobre-importacao-de-gas-ainda-este-ano-16538627#ixzz3eSBOOAaN  © 1996 - 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Trabalhador boliviano checa dutos que trazem gás natural ao Brasil – Diego Giudice / Bloomberg
Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/petroleo-e-energia/bolivia-quer-iniciar-negociacoes-com-brasil-sobre-importacao-de-gas-ainda-este-ano-16538627#ixzz3eSBOOAaN
© 1996 – 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Na quarta (24), o jornal O Globo noticiou que a Bolívia quer iniciar ainda este ano as negociações com a Petrobras para renovação do contrato de venda de gás natural para o Brasil, que vencerá em 2019.

Atualmente a Bolívia produz cerca de 61 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural, dos quais 11,9 milhões de metros cúbicos são consumidos no mercado interno. Para o Brasil são exportados 3,5 milhões de metros cúbicos em média e outros 16 a 17 milhões de metros cúbicos por dia para a Argentina.

Leia mais: Bolívia quer iniciar negociações com o Brasil sobre importação de gás ainda este ano

VENEZUELA

Na segunda (22), o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) da Venezuela marcou para 6 de dezembro a data das eleições parlamentares no país. Segundo a presidente do CNE, Tibisay Lucena, a campanha eleitoral começará em 13 de novembro acabará em 3 de dezembro. Na eleição, serão renovados os 165 assentos da Assembleia Nacional, que é unicameral. A votação será monitorada por delegados da União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

EQUADOR

Na quinta (25), milhares de manifestantes tomaram as ruas da maior cidade equatoriana, Guayaquil, para protestar contra as políticas do presidente Rafael Correa, especialmente contra suas novas propostas tributárias. As manifestações, lideradas pelo prefeito Jaime Nebot, são parte da terceira semana de protestos contra o governo de Correa. Também ocorreram grandes protestos na capital do país, Quito, e em outras cidades, como preparação para a paralisação nacional, cuja data ainda não foi definida.

Um projeto de lei para taxar heranças em até 77,5% e outro de um imposto de 75% sobre ganhos de capital do setor imobiliário foram o estopim dos protestos, que incluem reclamações contra as políticas econômicas do governo e contra o que os críticos descrevem como a posição ditatorial de Correa. O presidente diz que os protestos buscam desestabilizar seu governo e os novos impostos buscam garantir mais igualdade.

CHILE

No sábado (27), a presidente do Chile, Michelle Bachelet, retirou do cargo o ministro da Educação, Nicolás Eyzaguirre. A decisão foi tomada em meio à implementação de uma questionada reforma educacional e uma longa greve de professores. Em breve discurso no palácio do governo, Bachelet anunciou Adriana Delpiano como substituta de Eyzaguirre. A presidente chegou ao poder, 15 meses atrás, com a promessa de acabar com o sistema educacional herdado da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990). A sociedade chilena, há anos, pede o fim de um dos sistemas mais caros e desiguais do mundo.


Rafaela_Marinho_01*Rafaela Marinho – Jornalista formada pela Escola de Comunicação (ECO) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Possui experiência em veículos da mídia, como a revista “EXAME”, da Editora Abril, e o jornal “O Globo”, bem como interesse na cobertura de assuntos econômicos, das relações internacionais e da diplomacia brasileira.


Screen Shot 2015-03-16 at 10.01.04 AM
Esta seleção de notícias é realizada pela ferramenta de fichamentos do Clipping CACD e pelo Clipping de Notícias diário da plataforma. Esta seleção não pretende abranger ou esgotar a totalidade de assuntos e de fontes relevantes na atualidade para os estudos ao CACD. É importante manter uma leitura própria dos assuntos pertinentes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s